boin8

Assine boin8 por R$2,00/semana
Imagem Blog

Em Cartaz Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Raquel Carneiro
Do cinema ao streaming, um blog com estreias, notícias e dicas de filmes que valem o ingresso – e alertas sobre os que não valem nem uma pipoca
Continua após publicidade

Barbie banida: o primeiro – e polêmico – filme estrelado pela boneca

Na década de 1980, o cineasta Todd Haynes usou versões genéricas da loira para contar a história sombria de uma estrela pop com distúrbios alimentares

Por Gabriela Caputo
Atualizado em 22 jul 2023, 16h28 - Publicado em 21 jul 2023, 19h40

Se hoje Barbie arrastamultidões para as salas de cinema ao redor do mundo, na década de 1980 a boneca estrelou um afiado filme alternativo, mas que rapidamente saiu de circulação. Na época, o cineasta americano Todd Haynes — hoje celebrado por trabalhos como Longe do Paraíso (2002) e Carol (2015) — utilizou Barbies genéricas como personagens de seu polêmico Superstar: The Karen Carpenter Story(1988),curta-metragem sobre a estrela Karen Carpenter, que junto de seu irmão, Richard, integrou o duo de sucesso Carpenters. Karen morreu em 1983, aos 32 anos, em consequência de uma anorexia nervosa, quando pouco se falava sobre a doença.

Para dar vida à turbulenta história, Haynes encenou dramatizações com Barbies em uma versão falsa, não a original comercializada pela Mattel — afinal, a marca de brinquedos infantis jamais permitiria veicular a imagem da boneca a uma trama tão espinhosa. O diretor ainda fez cortes na silhueta de plástico da representante de Karen para demonstrar o agravamento de seu distúrbio alimentar, e complementou o curta com imagens de arquivo da cantora. Superstarretrata o lar dos Carpenter como uma espécie de prisão psicológica para Karen, e, por isso, irritou a família — sobretudo Richard, por insinuar que ele era secretamente homossexual. Por meio de um processo judicial, o espólio da cantora conseguiu banir o filme de circulação, alegando uso abundante e não licenciado de suas canções, mas versões piratas da produção podem ser encontradas na internet — daí o sucesso tardio do filme, considerado por cinéfilos e fãs como uma obra cult, inovadora e até visionária.

Poster de 'Superstar: The Karen Carpenter Story', que usou Barbies genéricas para dramatizar a trágica história da popstar
Poster de ‘Superstar: The Karen Carpenter Story’, que usou Barbies genéricas para dramatizar a triste história da popstar (///)

Há semelhança entre a produção oitentista e o atual blockbuster cor-de-rosa de Greta Gerwig. Enquanto transita pela histórica trágica de Karen, Haynes tece críticas irônicas à objetificação feminina, sobretudo das celebridades, e o quanto a fama pode destruí-las. Questões acerca de autoimagem e pressão estética em uma sociedade de consumo justificam, ainda, porque Haynes usou sósias da Barbie para sua criação: a boneca, como se sabe, é rodeada de controvérsias sobre estereótipos e padrões de beleza inalcançáveis. O longa de Gerwig, por sua vez, está muito consciente das polêmicas da protagonista loiríssima, e constrói uma autocrítica bastante sagaz.

Publicidade

boin8 Mapa do site

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por boin8.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.

boin8 Mapa do site