popobet

Assine popobet por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Lago transborda e causa ‘tsunami’ na Índia, deixando 14 mortos

Outras 100 pessoas estão desaparecidas após uma tempestade causar o rompimento de um lago glacial no Himalaia, gerando enchentes relâmpago

Por Da Redação
5 out 2023, 09h47

A busca por mais de 100 pessoas desaparecidas na Índia continua nesta quinta-feira, 5, depois que fortes chuvas causaram o rompimento de um lago glacial e provocaram inundações relâmpago no estado de Sikkim, no Himalaia, na véspera. Pelo menos 14 pessoas morreram após o “tsunami” do lago e estradas e pontes foram destruídas, de acordo com o governo estadual.

O exército indiano afirmou que uma tempestade repentina sobre o Lago Lhonak, na parte norte do estado, enviou uma cascata torrencial pelo rio Teesta, elevando os níveis de água 6m acima do normal. A barragem de Chungthang, também conhecida como barragem Teesta 3 e parte de um grande projeto hidrelétrico, foi “destruída”, de acordo com um comunicado da Autoridade Nacional de Gestão de Desastres.

A cidade de Pakyong, em Sikkim, foi a mais afetada, com sete pessoas mortas nas enchentes e 59 desaparecidas.

O Lago Lhonak é um grande corpo de água glacial que fica no sopé de uma geleira em derretimento. O fenômeno de rompimento acontece quando o nível de água de um lago glacial sobe muito, fazendo com que a terra ou gelo circundante ceda e enviando água e detritos pelas montanhas abaixo.

Cientistas estudam o Lago Lhonak há muito tempo, classificando-o como um dos lagos glaciais de crescimento mais rápido da região, com alto risco de rompimento. Oleodutos foram instalados no lago para drenar a água como uma solução de curto prazo.

Continua após a publicidade

O governo estadual informou que o sistema de abastecimento de água potável e as estações de tratamento de esgoto foram “totalmente danificados” nos distritos afetados. O dilúvio inundou e cobriu casas de terra e escombros, e equipes de busca precisaram usar escavadeiras para descobrir veículos do exército enterrados na lama.

As operações de resgate e restauração estão em andamento com o envolvimento de funcionários estaduais e nacionais para desastres, segundo o governo. No entanto, os esforços foram prejudicados por “chuvas incessantes” e inundações que bloquearam estradas e destruíram pelo menos 11 pontes.

Mais de 2 mil pessoas foram removidas da região e as autoridades montaram acampamentos de socorro em todo o estado para ajudar mais de 22 mil habitantes afetados pelas inundações repentinas.

O Departamento Meteorológico da Índia prevê que fortes chuvas continuarão no leste e nordeste do país, incluindo Sikkim, nos próximos dois dias.

Continua após a publicidade

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, chamou a situação de “infeliz calamidade natural” e ofereceu “todo o apoio possível para enfrentar o desafio”.

“Rezo pela segurança e bem-estar de todas as pessoas afetadas”, escreveu ele no X, antigo Twitter.

Conhecida como “o telhado do mundo”, a região ecologicamente sensível do Himalaia é propensa a inundações repentinas e deslizamentos de terra, e inundações não são incomuns em Sikkim. Mas cientistas alertam que condições meteorológicas extremas estão se tornando mais frequentes e intensas devido às mudanças climáticas.

As geleiras dos Himalaias alimentam rios que fornecem água potável a 2 bilhões de pessoas. Muitas colheitas também dependem desta fonte para irrigação. Um relatório recente, porém, alertou que as geleiras locais poderão perder até 80% do seu gelo até 2100, à medida que as temperaturas subirem, aumentando a probabilidade de inundações, deslizamentos de terra, avalanches e até secas.

Continua após a publicidade

Cerca de 15 milhões de pessoas que vivem perto de lagos glaciais correm o risco de rompimentos catastróficos. Mais da metade está concentrada em apenas quatro países – Índia, Paquistão, Peru e China –, de acordo com um estudo publicado no início deste ano.

Publicidade

popobet Mapa do site

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por popobet.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.

popobet Mapa do site