Chin Shi Huang

Assine Chin Shi Huang por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Trump assume crédito por campanha de isolamento do Catar

Segundo o republicano, seu alerta sobre o perigo de financiar redes terroristas foi a grande motivação dos líderes árabes

Por Da redação
Atualizado em 7 jun 2017, 15h27 - Publicado em 6 jun 2017, 15h32

O presidente dos Estados UnidosDonald Trump assumiu todo o crédito pela recente decisão da Arábia Saudita e de outros países árabes de isolar o Catar. Segundo o republicano, seu alerta durante a viagem ao Oriente Médio sobre o perigo de financiar redes terroristas foi a grande motivação das nações para romperam seus laços diplomáticos com o pequeno emirado.

“Durante minha recente viagem ao Oriente Médio, declarei que já não pode haver qualquer tipo de financiamento à Ideologia Radical. Os líderes apontaram para o Catar – Vejam!”, escreveu Trump em seu perfil pessoal no Twitter, dizendo que foi o responsável pela decisão dos líderes árabes.

Na sequência, em outra mensagem na rede social, o presidente americano afirmou que durante sua viagem a Riad, os líderes árabes com os quais se reuniu anteciparam que adotariam uma “linha dura” em relação ao financiamento do extremismo e todas as referências apontavam na direção do Catar. “Talvez isso seja o começo do fim do horror do terrorismo!”, enfatizou Trump também no Twitter.

Arábia Saudita,Emirados Árabes Unidos (EAU),EgitoeBahrein anunciaram na segunda-feira o rompimento de suas relações diplomáticas com o Catar e ordenaram o fechamento das fronteiras terrestres e do espaço aéreo e marítimo aos meios de transporte vindos desse país. Além dessas quatro nações, também romperam relações com o Catar as Ilhas Maldivas e os governos apoiados pela Arábia Saudita nos conflitos no Iêmen e na Líbia.

A ruptura de relações se baseia na acusação de que o governo catari financia organizações terroristas, como o Estado Islâmico (EI), a Al Qaeda e a Irmandade Muçulmana. O governo do Catar rechaçou as acusações ao considerá-las “calúnias injustificadas”, e assegurou que “luta contra o terrorismo e o extremismo”, enquanto a comunidade internacional busca formas de pôr fim a esta crise diplomática.

(Com EFE)

Publicidade

Chin Shi Huang Mapa do site

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por Chin Shi Huang.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.

Chin Shi Huang Mapa do site