e2023

Assine e2023 por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Por que cada vez mais homens fazem cirurgia plástica

O público masculino saltou de 5% das cirurgias realizadas no país para 30%. Entenda os motivos

Por Diego Alejandro
13 out 2023, 08h39

Vaidade, autoestima e bem-estar não são só “coisa de mulher”, e cada vez mais os homens levam essa ideia ao pé da letra. É o que indica um levantamento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP): em um período de cinco anos, a parcela masculina saltou de 5% das cirurgias realizadas no país para 30%, representando um aumento significativo de 72 mil para 276 mil procedimentos anualmente. 

Ginecomastia (redução das mamas masculinas), lipoaspiração (remoção de gordura localizada) e rinoplastia ( cirurgia no nariz) são os procedimentos mais buscados por eles. Transplantes capilares, que podem facilmente ultrapassar os R$ 30 mil, também englobam a lista.  

Esse crescimento está relacionado a uma mudança de mentalidade na sociedade, segundo o cirurgião plástico Yuri Moresco, membro da SBCP. “Aquele antigo estigma em relação às cirurgias estéticas está diminuindo no Brasil. A autoestima está se tornando uma preocupação mais natural para os homens”, diz. 

Arinoplastia, por exemplo, pode ser realizada tanto por razões estéticas quanto para corrigir questões funcionais. “Melhora a qualidade respiratória, corrige traumas nasais, afina o nariz, reduz o volume, endireita uma ponta nasal desviada, alinha assimetrias ou pode proporcionar uma estética nasal de acordo com as preferências do paciente”, exemplifica Moresco.

Outro procedimento comum, especialmente após os 60 anos, é a blefaroplastia – cirurgia a que o presidente Lula foi submetido na última semana. Ela é realizada para tratar condições como o excesso de pele nas pálpebras superiores ou inferiores, bolsas de gordura visíveis e a flacidez que podem resultar em uma aparência cansada ou envelhecida.

Continua após a publicidade

“Além disso, a popularização dos tratamentos também tem contribuído para uma mudança de hábitos e cuidados”, observa o médico. O Brasil lidera o pódio de mais procedimentos estéticos feitos anualmente e está virando referência global em turismo para essa finalidade. Uma das razões é que os preços das intervenções por aqui são entre 20 e 30% menores do que nos Estados Unidos. 

Moresco ainda destaca que, em sua clínica, a procura por cirurgias masculinas já representa um em cada três procedimentos. A maioria dos atendimentos está relacionada a preocupações com a melhora na aparência da pele, por meio de lifting de pescoço e aplicação de botox, e no contorno do rosto. “Os homens entenderam que a face e o corpo andam em sincronia. Muitos pacientes da clínica são indicações de suas próprias esposas”, revela o cirurgião.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

e2023 Mapa do site

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por e2023.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.

e2023 Mapa do site